Home   /   Notícias   /   Stuart Gregory: o antigo Presidente da Cast Metals Federation deixa uma nota positiva na despedida, apesar da Covid-19

Stuart Gregory: o antigo Presidente da Cast Metals Federation deixa uma nota positiva na despedida, apesar da Covid-19

Este mês o nosso Diretor Executivo da PETROFER UK e membro da Comissão Executiva do Grupo PETROFER, Stuart Gregory, fez um discurso para assinalar o fim do seu mandato como Presidente da Cast Metals Federation (Federação de Metais Fundidos) no Reino Unido. Foi eleito para este cargo em 2019.

A Cast Metals Federation trabalha em parceria com empresas e stakeholders para promover o avanço e a inovação da indústria de fundição do Reino Unido. O seu objetivo é promover as melhores práticas e representar a indústria de fundição do Reino Unido a nível global.

Pouco depois de Stuart Gregory ter assumido estas funções, o mundo foi assolado pela pandemia da Covid-19. Assim, à semelhança de tantas outras pessoas, Gregory enfrentou desafios completamente novos e o seu mandato foi muito diferente do do presidente anterior. Gregory frisou que as reuniões virtuais, o Teams e o Zoom foram uma dádiva de Deus e fazem agora parte da nova vida diária norma, tendo-o ajudado a desempenhar as suas funções.

No entanto, e falando da pandemia, voltou a recordar o lado terrível destes últimos dois anos. Pediu para lembrar os familiares, amigos e colegas de trabalho que morreram nestes tempos terríveis e também membros da CMF que já não estão entre nós.

Voltou a mencionar os desafios enfrentados pela indústria nos últimos anos, paralelamente à Covid-19, e o que o futuro provavelmente trará:

“Estamos a assistir a uma grande escassez de matérias-primas e a aumentos no setor da energia, transporte, embalagem e materiais, juntamente com a falta de pessoal, o que nos apresenta novos desafios todos os dias. Além disso, durante os últimos 2 anos tivemos de lidar com o Brexit e todas as novas complexidades, regras, legislação e encargos administrativos que o mesmo acarretou, para não falar das novas exigências da legislação ambiental para um futuro “mais verde” que temos desesperadamente de satisfazer.

E o que dizer da escassez de chips e da viragem para os veículos elétricos que mudará o nosso mundo e os mercados para sempre.

Uau, que época desafiante para todos os que trabalham no setor da fundição!

Apesar de todas estas influências negativas, continua a existir um otimismo e um estado de espírito positivo no setor de que este prosperará. Novos mercados, tecnologias, materiais e investimentos estão a surgir e temos de os agarrar rapidamente”. Como grupo de empresas queremos felicitar Stuart Gregory pelo êxito do seu mandato num papel tão importante. Mesmo em tempos de crise, manteve sempre a cabeça fria e conseguiu apoiar com sucesso uma indústria tão importante

Para cima